Anuncie

Publicidade

"Hoteles"
Viajar com o seu cachorro ou gato de estimação é uma grande alegria. Poder compartir as férias com esse ser querido é bom, mas muitas vezes pode representar um grande problema, especialmente quando a viagem é para o exterior e não há com quem deixar o animalzinho durante esse período. Ainda mais encontrar hotéis que sejam ‘pet-friendly’ (que aceitem animais de estimação) é outra tarefa, somada ao acondicionamento do animal para fazer a viagem.

Cada meio de transporte requer outro tipo de situação com o animal: avião é uma coisa, trem é outra e barco é outra bem diferente. O mais importante, na hora de decidir viajar com o seu animal de estimação, é procurar hotéis no destino escolhido, que aceitem a hospedagem dele. Uma vez definida essa situação, o resto é só organização e informação, é claro.

Viajar de avião é sempre um motivo de estresse emocional. Para alguns viajantes é um momento de relax e entusiasmo, mas ao mesmo tempo de ansiedade. Para outros, uma espécie de sofrimento pelo tempo de ‘reclusão’ dentro da aeronave. Imagine então como deve se sentir um animal, longe do dono, num ambiente desconhecido!

A importância da escolha dos hotéis e do meio de transporte

Escolher o hotel que admite animais de estimação é fundamental e única forma de poder viajar com o seu cachorro ou gato com a certeza de não ter problemas na hospedagem do seu destino turístico.

Quanto ao meio de transporte, sendo uma viagem internacional, obviamente será de avião, mas você não pode esquecer que no destino provavelmente você usará outro meio de locomoção, como trem, ônibus, taxi, por exemplo. É fundamental pensar muito bem nisso e planejar as atividades de acordo as possibilidades de levar ou não o seu animal.

A viagem de avião representa um grande estresse para um animal, por isso é muito importante fazer um check-up com o veterinário umas duas semanas antes da viagem, para poder avaliar o estado de saúde e a necessidade de determinadas vacinas.

Depois, sendo um destino internacional, há a necessidade de ter o certificado de vacinação. O seu veterinário indicará como, onde e quando obtê-lo.

Muito importante em relação aos cachorros: as raças chamadas ‘de ataque’ não são permitidas em vôos. Staffordshire terriers, pit bulls, mastins, são proibidos. Deve ter em consideração isso e procurar onde deixar o seu cachorro antes da viagem, para evitar estresse desnecessário.

A maioria das companhias aéreas admite animais de estimação em cabine, dependendo do peso e tamanho. Mas geralmente muitos animais acabam viajando no compartimento de carga. É fundamental procurar a informação pertinente na companhia aérea com a qual você viajará, pois cada uma tem as suas próprias regras de como deve ser feito o transporte do animal.

Nada é complicado quando a organização é feita com suficiente antecedência. Lembre disso!
por